Tecnologia

Saiba quando e como usar o WhatsApp Business no seu negócio

Professora de Marketing Digital explica passo a passo da ferramenta, já disponível para Android e iOS

Desde a última quinta-feira (21), usuários do iOS, sistema operacional dos dispositivos móveis da Apple, já podem instalar o WhatsApp Business. Lançado em 2018 para Android, o aplicativo é voltado para o uso de pequenas empresas ou empreendedores independentes. Ele apresenta as funcionalidades de bate-papo já conhecidas do WhatsApp, com ferramentas adicionais, como mensagens automáticas e horário de funcionamento.

“Pesquisas mostram que quase 90% dos brasileiros usam o WhatsApp. Nós somos o terceiro País no ranking de uso da internet. Então o Business surge como mais uma ferramenta para auxiliar os empreendedores a servir-se da internet a seu favor”, explica Maria Carolina Avis, professora do curso de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter.

Para as empresas e profissionais de forma geral, fica a dúvida: devo migrar para o WhatsApp Business? Como configurar o aplicativo? Vou manter o meu histórico de conversas? Maria Carolina explica o passo a passo do aplicativo para os iniciantes.

Por que migrar para o Business?

“Dentre as pequenas e médias empresas que já usam o aplicativo, 81% acreditam que ele auxilia no crescimento do negócio. Para os clientes, a conta empresarial passa mais credibilidade e fornece mais informações do que uma comum”, explana.

Entre as funcionalidades exclusivas desse aplicativo, está a configuração de mensagens automáticas, etiquetas de marcação e apresentação do negócio, com inclusão do site oficial, horário de trabalho e segmento de atuação. Tudo isso fica disponível para o cliente. A empresa também passa a ter acesso a métricas e pode mensurar quantas mensagens foram enviadas, recebidas e respondidas.

Quero instalar o aplicativo. Vou perder minhas conversas?

“Quando você baixar o Business, pela Play Store ou Apple Store, ele vai identificar que você já usa o WhatsApp. Então vai sugerir a migração. Basta aceitar e todo o seu registro de conversas vai ser levado para o novo aplicativo, junto com seu número”, garante a professora.

Também é possível manter o WhatsApp regular no mesmo celular, desde que cadastrado com um número diferente da versão empresarial.

Para que servem as etiquetas?

“As etiquetas permitem classificar as conversas e contatos. Por padrão, o aplicativo fornece as seguintes: ‘novo cliente’, ‘novo pedido’, ‘pagamento pendente’, ‘pago’ e ‘pedido finalizado’. Mas você pode criar outras, de acordo com suas necessidades”, pontua.

A professora explica que as etiquetas ajudam a reduzir o número de grupos. Em vez de criar um grupo para mandar uma mensagem, a empresa pode criar uma linha de transmissão para os clientes que tenham determinada etiqueta. “Ninguém gosta de grupo, essa é a verdade. Só funciona para discussão de determinados temas, em que todos interagem”, diz.

O que são as respostas rápidas?

“A empresa pode configurar respostas rápidas para perguntas frequentes dos clientes. Assim, não há necessidade de digitar diversas vezes a mesma coisa. Por exemplo, caso receba muitas mensagens perguntando como funciona determinado serviço, pode cadastrar uma resposta rápida para usar sempre que isso acontecer”, diz.

Também é possível configurar uma mensagem de ausência, que será enviada para pessoas que iniciarem uma conversa fora do horário de atendimento da empresa. No caso de novos contatos ou pessoas que entram em contato pela primeira vez após 14 dias de inatividade, o aplicativo permite colocar uma mensagem automática de saudação.

Para que servem as estatísticas?

Nas configurações do aplicativo, é possível verificar quantas mensagens foram enviadas, recebidas e respondidas. Essas estatísticas podem auxiliar a empresa a melhorar sua estratégia de comunicação.

“Caso uma quantidade grande de mensagens não esteja sendo recebida, isso significa que sua lista de contatos não está qualificada. Provavelmente tem muitos números inativos, por exemplo. Você pode excluir esses números para otimizar o trabalho”, recomenda.

No caso de muitas mensagens recebidas e não-lidas, a professora explica que é um sinal de que a elaboração das mensagens deve mudar. “Escreva mensagens que chamem a atenção logo no início, nos primeiros 32 caracteres que são apresentados na amostra da mensagem. Assim você vai despertar o interesse do leitor”, indica.

Para aumentar o volume de mensagens respondidas, Maria Carolina diz que as empresas podem apostar em emojis e gifs, além de mensagens descontraídas e que estimulem interação. Uma opção é terminar o texto com uma pergunta: “o que você achou desse serviço?”, “o que podemos fazer para te ajudar em relação a isso?”.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios