Dança das cadeiras

SAS anuncia Simone Bervig como go-to-market manager para América Latina

A executiva terá como missão lançar e gerenciar toda a estratégia de Marketing de Produtos da companhia na região

O SAS, líder global em analytics, anuncia a chegada de Simone Bervig para assumir a função de go-to-market manager da empresa para América Latina. O objetivo da executiva será o de gerenciar e lançar todas as campanhas para os mercados locais, elaborando as melhores estratégias de Marketing das soluções junto aos diferentes públicos.

Com vasta experiência em desenvolvimento de planos estratégicos de Marketing e ações com parceiros, Simone é graduada em Publicidade e Propaganda, Comunicação e Marketing pela PUC-RS, com MBA em Administração, Negócios e Marketing pela ESPM. A profissional teve passagem pela gerência de Marketing de grandes multinacionais, como Citrix, onde atuava para a região Sul da América Latina, e SAP do Brasil.

Simone responderá diretamente a Kleber Wedemann, diretor de Marketing do SAS para América Latina, e terá a missão de impulsionar – por meio de campanhas on-line e offline, ações de relacionamento e eventos – todo o portfólio de soluções ofertadas pela companhia, alinhando a mensagem com a proposta de valor definida no plano de negócio. “Com esse direcionamento estratégico, tenho certeza de que vamos reforçar nosso relacionamento com os clientes, além de estimular a geração de leads, impactando positivamente nos resultados da empresa na região”, avalia Wedemann.

A executiva terá, ainda, a responsabilidade de ser a principal interface com as diferentes áreas internas da empresa nas frentes de Marketing, Vendas e Alianças. “Vejo uma oportunidade muito grande para desenvolver ações que tragam inovação na forma como o SAS interage e se comunica com seus clientes”, afirma Simone. “Para mim, é um prazer fazer parte de uma empresa pela qual sempre cultivei grande admiração pelos valores e pela cultura.”

A América Latina tem sido um mercado com grande potencial dentro da estratégia global do SAS. Segundo o relatório Latin American Big Data and Analytics (BDA) Market, da Frost & Sullivan, a região deve movimentar US$ 8,5 bilhões até 2023. Segundo a consultoria, o Brasil é o país com maior receita, contribuindo com 46,7% do total, seguido por México (26,7%), Colômbia (7,9%), Chile (6,9%), Argentina (5,6%) e Peru (2,4%).


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar