Negócios

Startup em recrutamento digital capta R$ 40 milhões

Com aporte, Gupy aperfeiçoa sua tecnologia para impulsionar contratações 100% online no Brasil

Em momento de crise econômica em meio à pandemia, poucas empresas estão se destacando e conseguindo manter ou crescer conforme o previsto. Mas esse não é o caso da Gupy, startup em recrutamento e seleção de candidatos por meio de inteligência artificial, que acaba de captar R$ 40 milhões de reais.

Fundada em 2015 pela empreendedora Mariana Dias e outros 3 co-fundadores, a empresa recebeu, no auge da crise, um novo investimento da Oria Capital, gestora de fundos especializada em tecnologia, que investe em organizações de alto crescimento e já consolidadas em seus mercados. Desde sua fundação, a Gupy tem desenvolvido e aperfeiçoado constantemente seu software capaz de ajudar o RH a realizar contratações pelo menos 60% mais eficientes, o que, rapidamente, a tornou referência em processos seletivos inteligentes e remotos – essenciais para o atual cenário de isolamento.

Indo na contramão da crise, a Gupy cresceu 25% sua receita apenas no primeiro trimestre de 2020 e tem reunido ainda mais clientes e usuários em sua plataforma. “Neste período, as empresas precisam, mais do que nunca, digitalizar os processos de recrutamento e seleção. Conseguir contratar online e com Inteligência Artificial se provou além da alternativa mais segura para os colaboradores e os candidatos, a forma mais eficiente e precisa, o que tem nos ajudado a expandir os negócios, mesmo nesse cenário”, comenta Mariana Dias, CEO e fundadora da Gupy. “Para nós, este investimento é estratégico, porque permite expandir nossas soluções no momento que o mercado de RH mais precisa e prova que a nossa tese de transformação digital dessa área é essencial para este novo momento das empresas.”

Esses resultados que a Gupy é a capaz de oferecer aos seus clientes é viabilizado pelo coração da plataforma, sua Inteligência Artificial chamada de Gaia. Com mais de 10 milhões de usuários, o alto volume de dados aperfeiçoa constantemente seu algoritmo próprio para reduzir os vieses das contratações e torná-las mais diversas. Paulo Caputo, sócio da Oria Capital, afirma que a startup era a melhor opção de investimento para liderar o mercado de HRTechs no Brasil: “Enxergamos na Gupy diferenciais competitivos fortes para conseguir manter a liderança em contratações online e agregar ainda mais para a transformação digital do RH por meio de uma tecnologia robusta e um nível de serviço capaz de criar um alto valor agregado para os seus clientes.”

Com o montante captado nesta última rodada, a empresa vai aumentar os investimentos em tecnologia a fim de ajudar ainda mais o RH com a digitalização das contratações. “Temos um propósito muito grande de tornar a gestão de talentos no Brasil ágil, justa e encantadora e este investimento vai nos ajudar a oferecer mais ferramentas a um setor que, há anos, demandava por inovação. Viabilizar e impulsionar contratações online é, sem dúvida, um ponto essencial para a retomada da economia do país após a crise”, finaliza Mariana.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar