Tecnologia apoia o RH nos processos seletivos modernos

Os recrutadores precisam encontrar formas de agilizar a seleção e a tecnologia tem sido um grande aliado para o RH

Em um momento de crise, em que muitas pessoas estão em busca de recolocação no mercado, um simples processo seletivo para uma vaga aberta pode demorar semanas para acontecer. Neste cenário, os recrutadores precisam encontrar maneiras de agilizar a seleção e a tecnologia tem sido um grande aliado para empresas e departamentos de RH. Seja para montar um formulário padrão, para anunciar uma vaga, ou mesmo para fazer as entrevistas, a tecnologia é, cada vez mais, parceira indispensável dos profissionais desta área.

O RH é, também, a porta de entrada das empresas, o cartão de visitas. E com as novas – e exigentes – gerações chegando ao mercado de trabalho, a escolha será feita em duas vias: o candidato e a empresa devem escolher um ao outro.

Pensando em aumentar a eficiência e ganhar agilidade, muitas empresas optam por fazerem as entrevistas dos candidatos usando ferramentas de videocolaboração. É uma saída simples e que, além de economizar tempo, ainda ajuda a reduzir custos com deslocamentos de todas as partes.

 O processo seletivo moderno então, exige uma boa comunicação por vídeo. Exige qualidade na conexão e mais, exige simplicidade de acesso – muitos candidatos não possuem contas no Skype (ou não querem usá-la para este fim), por exemplo. A videoconferência em nuvem ganha aí, mais uma alternativa de uso, já que é só acessar um link para estar em contato direto com o selecionador.

 Com recursos como a gravação, por exemplo, ainda é possível que um mesmo candidato seja avaliado por diferentes gestores, ou mesmo que haja uma avaliação posterior e criteriosa de uma entrevista. Já imaginou não ter que responder as mesmas perguntas para diferentes pessoas em um mesmo processo seletivo? Ou mesmo, como gestor, poder pré-selecionar candidatos assistindo à primeira entrevista que fizeram com o RH?

 E, claro, como estamos falando de tecnologia, é muito importante mencionar a segurança das informações, tanto da empresa, quanto do candidato. Privacidade e sigilo, com a criptografia das reuniões, faz dos processos seletivos ainda melhores.

Mas não é só isso: uma boa apresentação, um pano de fundo neutro e, claro, arrumar-se para a ocasião, são aspectos importantes, que podem diferenciar um candidato de outro. Do lado da empresa, mostrar organização e uma boa conexão também podem posar como um atrativo adicional para os candidatos.

 Renato Batista  é  CEO da NetGlobe