Tecnologias que revolucionam o mercado de RH

Já imaginou candidatar-se e fazer todo o processo de seleção para a vaga de seus sonhos sem precisar sair de casa?

O mercado de Recursos Humanos tem enfrentado nos últimos anos profundas mudanças estruturais que se refletem no dia a dia dos profissionais responsáveis pela seleção e na luta dos candidatos por uma vaga de emprego. Mas essas duas pontas só têm a ganhar com a crescente evolução tecnológica no setor. Ferramentas que utilizam algoritmos, inteligência artificial, vídeos e redes sociais estão revolucionando o processo de recrutamento, que possibilita aos headhunters e aos candidatos um processo totalmente digital com menor custo.

Já imaginou candidatar-se e fazer todo o processo de seleção para a vaga de seus sonhos sem precisar sair de casa? Com esse modelo de plataforma, o candidato poderá fazer todo o caminho do recrutamento por meio de seu smartphone, sem a necessidade de baixar aplicativos. O funcionamento é rápido, seguro e econômico.

Do lado do recrutamento, o processo começa com a definição da vaga e a sua inclusão na plataforma pelo recrutador. A partir daí, cada vaga terá uma estratégia de marketing digital diferenciada e única, dependendo do perfil do candidato que se quer atingir (Facebook, LinkedIn, Instagram e bases de currículos, por exemplo). A vaga é então veiculada através de post patrocinado na mídia social escolhida e será direcionada apenas aos perfis desejados, sendo que os potenciais candidatos são estimulados a clicar no anúncio para ingressarem na seleção.

Ao entrar no processo seletivo, o candidato passa por uma espécie de “esteira” digital na qual questionários e testes avaliam sua competência técnica, raciocínio lógico, conhecimentos gerais ou fit cultural com a vaga e a empresa. A ordem das fases e os próprios testes são definidos pelo recrutador e visam permitir que este se dedique apenas aos melhores candidatos. Na conclusão de cada fase, o candidato recebe os feedbacks adequados automaticamente.

Antes de seguir para a avaliação do recrutador, o candidato é convidado ainda a participar de uma entrevista digital gravada. Por meio de 3 a 5 perguntas, o recrutador pode avaliar a postura do candidato diante das questões, sua desenvoltura em resolver problemas, ouvir e ver um curriculum gravado, testar seu domínio de línguas estrangeiras, entre outras possibilidades.

Normalmente, de 20% a 25% dos candidatos são aprovados nestas fases e podem, então, ser submetidos a algoritmos próprios para as questões que a empresa contratante deseja resolver como diminuir o turnover, aumentar a eficiência de time de vendas, reduzir erros, melhorar a qualidade do atendimento etc. Os melhores colaboradores atuais da empresa servem de referência para esta análise final. O objetivo é deixar para o recrutador apenas cerca de 5% dos participantes da seleção que se aplicaram inicialmente ou 5 a 10 candidatos finalistas para sua avaliação. Assim, seu tempo será dedicado somente aos melhores.

“Este novo modelo de recrutamento acontece todo no ambiente mobile e privilegia a seleção de profissionais mais alinhados com a cultura e modelo da empresa. Tanto para candidatos quanto para recrutadores, a possibilidade de realizar todo o processo na plataforma digital representa enormes ganhos de custo, objetividade e simplicidade. Essas são as principais características da experiência que queremos proporcionar a quem quer contratar e para pessoas que buscam uma nova oportunidade”, explica Henry Novaes, sócio da Connekt. “Com o uso destas plataformas, os profissionais de RH têm condições de atuar de forma mais estratégica, com análise de aspectos comportamentais, técnicos e emocionais de forma prática”, finaliza.

 

Vantagens trazidas pelo recrutamento digital

 

Para empresas:

–          Uso de algoritmos permite atingir perfis desejados;

–          Utilização de marketing digital em redes sociais como o Facebook e LinkedIn para alcançar possíveis candidatos;

–          Liberação do profissional de RH para questões mais estratégicas;

–          Gerenciamento de candidatos em uma única plataforma;

–          Customização do processo de seleção.

–          Redução de custos via otimização do processo

 

Para candidatos:

–          Economia de tempo e financeira em deslocamentos para entrevistas;

–          Feedback rápido;

–          Testes seletivos digitais;

–          Maior assertividade no perfil esperado pela empresa;

–          Envio de documentos em um único lugar.

 

 

 

Veja no YouTube como se dá todo o processo: