Educação Corporativa

Termos em inglês utilizados por profissionais de recursos humanos

Conhecer esses termos em inglês auxiliará o profissional de RH a se comunicar melhor no ambiente de trabalho

Quem já é um profissional de RH ou quem pretende fazer parte do mundo corporativo já deve ter percebido que muitas expressões e termos utilizados fazem parte da língua inglesa. E embora algumas pessoas podem ficar receosas com seu uso, não há como evitar: esses termos de Recursos Humanos são bastante conhecidos e vez ou outra serão citados seja em reuniões, palestras ou congressos.

Agora você pode estar se perguntando o porquê de tantos termos em inglês. A resposta vem de onde esses termos surgiram: das grandes corporações, sobretudo as multinacionais, que vieram dos Estados Unidos. Muitas palavras são usadas em seu idioma original e acabaram sendo incorporadas por vários setores por não haver um equivalente na língua portuguesa, ou mesmo para facilitar a compreensão universal.

Conhecer esses termos em inglês auxiliará o profissional de RH a se comunicar melhor no ambiente de trabalho. Mas isso por si só não garante um destaque no mercado, tampouco domínio da língua no ambiente corporativo. Para aprimorar seu currículo, é importante ampliar os estudos, seja por conta própria ou contando com o apoio de uma boa escola de idiomas. E em se tratando dessa área, estar sempre atualizado é um fator primordial, já que a linguagem está sempre em constante evolução.

Fizemos uma seleção de alguns dos termos mais comuns utilizados no mundo dos Recursos Humanos, e que podem facilitar o caminho para quem deseja saber o significado, ou mesmo a forma como elas se aplicam no contexto empresarial.

Assessment ou Assessment Management: O termo designa avaliação ou orientação, e é uma atividade que visa mensurar as competências de um profissional através de várias metodologias. Com seus resultados é mais fácil fazer um planejamento e avaliar o desempenho. Com o ‘assessment’, a empresa poderá então conhecer melhor seus funcionários e encaminhar cada um deles para uma função em que eles melhor se enquadrem.

Burnout: Com certeza você deve ter ouvido falar da ‘síndrome de Burnout’. A palavra tem origem nos termos ingleses ‘Burn’ (queimar) e ‘Out’ (fora). Alguém com essa síndrome está em um estado de esgotamento físico e mental e necessita de cuidados médicos já que a Organização Mundial de Saúde a incluiu na lista de doenças crônicas.

Business Partner: A tradução literal é ‘parceiro de negócios’. Um Business Partner tem uma visão ampla sobre a empresa e sabe muito sobre estratégias e gestão. Com isso, o profissional atua como consultor de negócios, guiando todos para que sejam tomadas as decisões mais certeiras.

Brainstorming: A ‘tempestade de ideias’ é uma técnica bastante utilizada para que os colaboradores consigam desenvolver uma ideia em um tempo reduzido. Há várias maneiras de desenvolver a técnica durante uma reunião. Uma delas é jogar temas, palavras e outras ideias até que, juntas, estas possam formar uma solução para o problema apresentado. Durante a atividade os parceiros devem se sentir à vontade para expor suas ideias. Com isso, todas as ideias são ouvidas e certamente irão contribuir para que a solução ideal surja durante o tempo estabelecido.

CEO: Um termo que passou a ser bastante conhecido nos últimos tempos e significa Chief Executive Officer, ou, no bom português, Diretor Executivo uma empresa. Uma pessoa designada para esta função deve ter um conhecimento total de sua área e do ambiente onde trabalha, já que ocupa o topo dos cargos. Dentre os CEOS mais famosos do mundo estão Jeff Bezos (Amazon), Larry Page (Google) e Mark Zuckerberg (Facebook).

Coach / Coachee / Coaching: Se você navega pela internet já deve ter encontrado este nome. Este ‘treinador’ é um profissional que deve ajudar os clientes a se desenvolver em determinada área. Para isso, ele deve apresentar soluções e ideias que possam servir de suporte para o aprendiz (coachee). O treinamento (coaching) pode ser oferecido em forma de palestras, conversas ou capacitações.

E-learning: O termo ‘eletronic learning’ pode ser traduzido como aprendizado eletrônico. Com a chegada dos recursos tecnologias, aumentaram as possibilidades de aprendizado com o Ensino à distância. Esses estudos podem ser realizados através de plataformas de cursos disponibilizadas pela internet e que contemplam um público que por vezes não teria como ter acesso ao conteúdo pessoalmente. Tem se tornado um meio bastante eficaz para as empresas fazer treinamentos à distância.

Feedback: Significa dar um retorno sobre algum assunto. É um dos termos mais utilizados e já enraizados em nossa língua, sendo sua tradução literal ‘Comentário’ ou ‘Opinião’. Este é o momento, por exemplo, em que a equipe irá dar um retorno a uma questão dada ou quando um funcionário é chamado para ouvir um comentário sobre seus resultados.

Headhunter: Esse termo vem da junção das palavras ‘head’ (cabeça) e ‘hunter (caçador). O profissional que tem essa designação não é um ‘caçador de cabeças’ no sentido literal. Ele é responsável por procurar talentos dentro ou fora de uma empresa, determinando qual pessoa se encaixa melhor naquele cargo específico. Seu papel é muito importante, já que essa escolha pode influenciar diretamente nos resultados de uma empresa.

KPI: ‘Key Performance Indicator’, ou ‘Indicador-chave de desempenho’ é uma ferramenta que possibilita fazer uma medição do desempenho dos componentes de uma equipe. Com os resultados é possível saber se determinado projeto está caminhando bem e atendendo o público esperado.

Mentoring: Podemos traduzir este termo em inglês como ‘tutoria’ ou ‘aconselhamento’. O mentoring é uma ferramenta de desenvolvimento pessoal onde um mentor com amplo conhecimento sobre determinado assunto e experiente, aconselha outra pessoa (pode ser um novato em uma empresa ou mesmo um funcionário veterano) para que este melhore em vários aspectos e aprenda aos poucos as habilidades, sejam profissionais ou até mesmo pessoais.

Team building: É um importante conceito do RH que pode ser traduzido como ‘construção de equipes’ e é um conceito que visa a união de uma equipe através de técnicas de treinamento que apontam os talentos de cada um.

Como pudemos verificar, o estrangeirismo é comum no mundo corporativo e não há como não aprender o significado das expressões para um melhor entendimento da área. Mas não há motivos para preocupação, já que a familiaridade com os termos vem com o seu uso constante.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar