Trabalho em equipe pode aumentar em até 64% o desempenho dos funcionários

Ferramentas on-line podem facilitar o papel do gestor de incentivar a interação no ambiente de trabalho

Uma empresa é, basicamente, um grupo de pessoas que juntas conseguem somar esforços para atingir um ou mais objetivos muito difíceis de se atingir sozinhas. Um dos fatores que contribuem para o sucesso de uma instituição é a condição de seus funcionários de conseguirem cooperar e trabalhar em equipe.

Um estudo da Universidade de Stanford, de 2014, revelou que o trabalho coletivo aumenta a performance de cada funcionário. A pesquisa mostrou que atividades feitas individualmente demoram 64% a mais de tempo para serem realizadas do que a mesma tarefa quando feita em grupo.

Segundo o professor Cláudio Hernandes, coordenador da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional Uninter, o gestor que busca incentivar o trabalho em equipe deve monitorar seu próprio comportamento. “Quando as pessoas se percebem como peças ou engrenagens sob a manipulação de um gestor de ideias mirabolantes acaba-se a motivação para resolver problemas e se inicia o processo de autossobrevivência com vistas ao quinto dia útil do mês. Ninguém gosta de se sentir como uma ferramenta”, esclarece.

O gestor que busca aprimorar a capacidade em equipe de seu time pode recorrer à tecnologia para promover a colaboração dentro do ambiente de trabalho. Hoje estão disponíveis desde conhecidos aplicativos de videoconferência, como o Skype ou Google Hangouts, até ferramentas on-line de administração coletiva de projetos, como o Trello ou o Slack. Existem, ainda, instrumentos para a condução de projetos visuais em grupo para arquitetos e designers, como o GoVisually e o Mural.

Para o professor, as equipes de alta performance são aquelas em que as pessoas se comunicam bem, desta forma, o uso de aplicativos que evitam burocracias pode incentivar o senso de coletividade em uma empresa. “A competitividade interna dá lugar à cooperação e à construção de um patrimônio colaborativo. Não há trabalho mais complexo e nobre para o gestor do que desenvolver o potencial de suas equipes. Administradores competentes se diferenciam dos demais pela qualidade das equipes que criam em seu redor”.