Mundo RH

Transformação digital e a modernização do setor de Recursos Humanos

A evolução do ambiente corporativo é acompanhada pelo desenvolvimento da tecnologia

Entre os dias 21 e 25 de outubro aconteceu o RH Summit 2019, o maior evento online e gratuito de Recursos Humanos de todo o Brasil. O tema desta edição foi centrado em como as empresas e os profissionais de RH devem proceder numa era em que a transformação digital se tornou uma realidade para as organizações. Durante cinco dias, cerca de 25 mil participantes puderam assistir a 70 palestras, divididas em cinco trilhas temáticas cujos temas abordados foram: Branding e Concentração, Futuro do Trabalho, Desenvolvimento de Pessoas, Analytics para RH e Times de Alta Performance.

Parceria entre as organizações Transformação Digital – o maior ecossistema sobre transformação digital do Brasil – e a Great Place to Work, o evento reuniu milhares de profissionais e alguns dos maiores especialistas de todo o Brasil para discutir novas práticas, metodologias e inovações destinadas ao processo de transformação digital. Nomes, entre outros, como os de Luciana Caletti (Glassdoor Brasil), Beatriz Montiani (Visa), Salim Khouri (Ford Latam), Beatriz Saifari (Accenture), Taciane Kanashiro (Oracle), Telma Gircis (Intel), Kelly Maia (Google) e Thiago Rotta (Microsoft) foram destaque nesta terceira edição do evento.

A primeira edição, em 2017, contou com a participação de cerca de 10 mil espectadores, que assistiram online a mais de 40 palestras. Já na edição de 2018, a realização do RH Summit foi liderada pela Blueprintt e o tema central foi também o universo digital. Especialistas do setor, diretores de Recursos Humanos das maiores empresas e especialistas em liderança abordaram os desafios do mundo globalizado e a necessidade de modernização da área de Recursos Humanos numa era de revolução digital. Gestores de RH da Tokio Marine, Nestlé do Brasil, DowDupont e, ainda, a diretora de RH do Google foram alguns dos convidados desta edição.

Tecnologia no ambiente corporativo

A evolução do ambiente corporativo é acompanhada pelo desenvolvimento da tecnologia. À medida que o avanço tecnológico se intensifica, torna-se fundamental que as empresas tenham, na sua posse, as ferramentas necessárias para se adaptar e responder a esse mesmo progresso. Tal avanço em inovações pode, inclusive, afetar positivamente o desempenho de departamentos como os de Recursos Humanos, cujas iniciativas são muitas vezes atravancadas por processos manuais ineficientes e que já não dão conta das demandas cotidianas.

Entretanto, ainda que a necessidade de acompanhar a evolução tecnológica seja cada vez maior, isso não significa que diante desse cenário o papel das pessoas em uma empresa assuma mais ou menos importância. Um dos pontos cruciais da tecnologia é implementar a experiência humana em diferentes áreas e níveis e, no âmbito corporativo, a transformação digital pode trazer benefícios reais para o desempenho dos colaboradores, aumentando a sua produtividade e, consequentemente, os resultados da empresa. Segundo estudo realizado pelo Instituto de Informação em Recursos Humanos (IIRH), 79% dos participantes afirmaram que a transformação digital tem um impacto elevado na função de RH. Processos e ferramentas como processamento salarial, portais de colaboradores, intranets, registros de ponto online e até mesmo sistemas de e-learning para a gestão de treinamentos podem ser altamente beneficiados pela transformação digital.

O impacto para o consumidor

Mas não são apenas os departamentos de RH que são influenciados pela evolução da tecnologia. O próprio funcionamento da sociedade e a forma como consumimos são igualmente afetados pelas inovações tecnológicas. Devido à vasta oferta de soluções em tecnologia, tanto a nível operacional ou de gestão como a nível de experiência do próprio consumidor, as empresas cada vez mais recorrem a soluções online para responder às necessidades dos seus clientes, utilizando softwares de apoio e atendimento a seus consumidores. Nesse sentido, podemos tomar como exemplo empresas como a Atlassian e a Shopify, que utilizam o Intercom, um sistema de vendas, marketing e suporte ao cliente.

Com o avanço tecnológico, a privacidade e a proteção de dados dos clientes são dois temas que passaram a ser bastante valorizados por várias empresas, tornando-se uma prioridade em seus serviços. A empresa de tecnologia Apple, por exemplo, optou por simplificar sua página sobre privacidade, na qual explica tudo sobre a forma como protege os clientes. Outras empresas, como o site de cassino online Betway, utilizam recursos tecnológicos não apenas para oferecer uma melhor experiência relacionada a seus produtos, mas também para proteger e respeitar a privacidade dos seus clientes, informando quais dados são coletados durante o processo de cadastro e posterior uso da conta e disponibilizando um canal exclusivo à proteção de dados. Também a empresa de telecomunicação brasileira Vivo foi recentemente identificada pelo relatório da InternetLab e da Electronic Frontier como a empresa que melhor protege os dados dos seus clientes.

A transformação digital é cada vez mais um conceito que deve ser abordado nas empresas e fazer parte dos objetivos corporativos. Nesse sentido, os profissionais de RH devem ser pioneiros na implementação de estratégias aliadas à tecnologia que estimulem a eficiência dos seus colaboradores e aumentem a sua produtividade e consequentes resultados. Os benefícios da tecnologia para o setor de RH são notórios. A rapidez da comunicação entre os colaboradores, o acesso à informação, a automação de atividades e a facilidade no processo de integração são alguns dos exemplos dos resultados que poderão ser obtidos com a transformação digital. É tempo de integrar os conhecimentos humanos aos tecnológicos e navegar na onda digital associando a ela as habilidades dos profissionais.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar