ArtigoGestão

Um novo olhar sobre gestão de pessoas

A distância social gerou empatia, reaproximou as pessoas e gerou bons resultados

A pandemia da Covid-19, que levou comunidades de todo o mundo a se isolarem para conter o avanço do contágio do coronavírus, também alterou hábitos e comportamentos que muito provavelmente farão parte de uma nova cultura mundial. Momentos de crise pedem adaptabilidade e agilidade, e foi assim que encaramos o desafio que bateu à nossa porta em meados de março.

Na Comerc Energia, líder nacional de energia livre, os nossos 479 colaboradores em sete cidades do país, antes mesmo da oficialização das medidas de isolamento, passaram a trabalhar sob o novo paradigma que muito provavelmente chegou para ficar: o Home-Office. Desde o início, nosso foco foi proteger, engajar e motivar cada um de nossos colaboradores, garantindo a produtividade e a excelência – o que se tornou nossa prioridade para garantir a estabilidade diante de tantas incertezas.

A distância social gerou empatia, reaproximou as pessoas e gerou bons resultados

De um dia para o outro, o mundo virtual se tornou o mundo real. Implementamos o Comerc em Casa, programa de engajamento e interação entre os colaboradores com uma programação diária de atividades que vão desde a conversa com um psicólogo sobre os desafios do isolamento até a contação de histórias para os filhos dos colaboradores; uma seção remota de ginástica laboral até uma apresentação sobre planejamento financeiro; de dicas de como produzir menos lixo ficando o tempo todo em casa até lives semanais com o nosso presidente, Cristopher Vlavianos, para falar sobre futuro e responder aos questionamentos e anseios do nosso público interno diante do cenário atual.

Comunicação centrada nos colaboradores sempre foi a cultura da Comerc Energia. E, muito graças a isso, a adaptação a esse novo momento tem sido tão agradável e com resultados tão satisfatórios. Mais do que nunca, é preciso lembrar que gerenciar pessoas é cuidar de seus receios, ansiedades e necessidades, encontrando soluções ao mesmo tempo coletivas e individualizadas.

A crise impactou as empresas de diferentes formas – e muitas não puderam evitar a redução do quadro de colaboradores, gerando ainda mais incertezas para esse momento. Na Comerc, além de assumirmos o compromisso de não realizar demissões nesse período, oficializamos as contratações de processos seletivos realizados pré-pandemia, com imersão 100% digital. Mais uma vez, a tecnologia foi uma ferramenta poderosa no sucesso da operação.

Nada do que foi será de novo?

Recentemente, realizamos uma pesquisa para saber qual o balanço de quatro meses de trabalho remoto para nossos colaboradores. Com altíssima taxa de resposta, 75% avaliaram como “excelente” o fluxo de comunicação remota e 60% se sentem “muito produtivos” no esquema de Home-Office. Mais de 85% avaliaram como positiva a forma como as lideranças têm lidado com a situação e auxiliado sua equipe a driblar os obstáculos.

Os resultados dessa pesquisa refletem a cultura de uma empresa na qual as iniciativas de Gente & Gestão e Comunicação sempre foram prioridades. A agilidade e a adaptabilidade de nossos colaboradores a um cenário nunca vivido anteriormente é um movimento natural do que construímos nesses quase 20 anos de trajetória. Ao se tornar referência para lidar com situações tão delicadas, o RH não deverá voltar atrás. O investimento em tecnologia e em alternativas aos tradicionais comunicados internos e reuniões de liderança mostrou que não há barreiras para estabelecer uma comunicação transparente e efetiva.

Quando a pandemia passar, quais serão os aprendizados de sua empresa? Que iniciativas serão incorporadas e passarão a fazer parte da cultura organizacional? Se adaptar a um cenário adverso pode ser mais ou menos difícil para cada empresa ou equipe. Mas ser flexível às mudanças e assimilar os aprendizados é o que renderá bons frutos para o futuro.

Ainda não sabemos como será o cenário pós-pandemia. Mas não temos medido esforços para continuarmos exatamente como chegamos até aqui: uma equipe integrada, engajada, produtiva e ainda mais próxima— mesmo que fisicamente distante.

Por Marcello Queiroz – Diretor de Gente & Gestão e Comunicação Corporativa da Comerc Energia

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar