ArtigoBenefíciosQualidade de vidaSaúdeSoluções para RH

Vale a pena contratar benefícios flexíveis na empresa?

Colaboradores com a liberdade de escolha para gastar seus benefícios tendem a ser mais produtivos

Benefícios flexíveis já são realidade em diversas empresas em todo o mundo, mas ainda há alguns receios e dúvidas sobre essa prática no ambiente corporativo. Nesse texto vamos esclarecer os principais pontos relevantes sobre a implantação e gestão de todos esses benefícios para os colaboradores nas empresas.

Por que implantar benefícios flexíveis?

Esse tipo de benefício gera uma melhora significativa na produtividade e rendimento da equipe. As principais vantagens são:

– Aumento da satisfação dos colaboradores;

– Mais motivação e engajamento das pessoas com a empresa;

– Sentimento de pertencimento;

– Melhores entregas de trabalho;

– Retenção de talentos;

– Propósito comum com foco nos resultados.

Levando em consideração todos esses aspectos, é difícil não cogitar implementar benefícios flexíveis na empresa. Colaboradores com a liberdade de escolha para gastar seus benefícios tendem a ser mais produtivos e assertivos em suas tarefas rotineiras.

Um bom relacionamento criado pela empresa com seus colaboradores é peça chave para construir e manter um clima agradável na organização. Quando as pessoas se sentem bem no ambiente onde estão, se motivam para se esforçar cada vez mais e entregar o seu melhor para alcançar os resultados desejados.

Como implementar benefícios flexíveis na empresa?

No mercado há algumas operadoras de benefícios que oferecem opções diversificadas de benefícios para sua empresa. Para decidir qual é a melhor, é importante ter em mente algumas informações.

1- Taxas administrativas

Muitas das empresas num primeiro momento parecem ser a melhor opção, mas quando vemos a quantidade de taxas escondidas no contrato, desistimos da ideia. Preste muita atenção nisso na hora de contratar. Se atente às taxas de manutenção, emissão, 2ª via, envio, reenvio de cartões, entre diversas outras.

Opte por aquela que tem o valor total mais justo e de acordo com o orçamento de sua empresa.

2- Tempo de contrato e multas

Esses itens são extremamente importantes para levar em consideração. Caso a sua empresa não tenha certeza sobre a implementação desse tipo de benefícios, não é bom assinar um contrato muito longo. Podendo ser cobrado com multas altas caso decida interromper o contrato.

Algumas operadoras oferecem um período de teste para conhecer a plataforma de gestão e adaptar seus colaboradores aos benefícios mais diversificados.

3- Rede de aceitabilidade

Verifique se na região de sua empresa há muitos estabelecimentos credenciados que aceitam o cartão da operadora.

Há opções, como é o caso da Flash Benefícios, que não dependem de rede credenciada e podem ser uma alternativa viável para que seus colaboradores não sejam prejudicados. Assim eles conseguem sempre utilizar o cartão e se alimentar onde quiserem.

Gostou das dicas? Acompanhe as redes sociais da Flash e fique por dentro de muitas outras. E se estiver procurando uma solução para oferecer benefícios flexíveis na sua empresa, fale com a gente!

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar