Mundo RH

Veja o que está acontecendo no XIV Fórum da Longevidade Bradesco Seguros

A importância de melhorar a autonomia, a autoestima e o autocuidado dos longevos e de todos que ainda chegarão nessa fase da vida

Durante o XIV Fórum da Longevidade, que está sendo realizado hoje em São Paulo, especialistas nacionais e internacionais no assunto discutem variados aspectos sobre esse tema tão importante para a economia e sociedade como um todo. O tema “Aprendizagem ao longo da vida” levanta questões importantes sobre as necessidades dos indivíduos para fazer frente ao aumento da expectativa e qualidade de vida na longevidade.

O primeiro painel, “Conhecimento”, discutiu a importância da aprendizagem permanente em todas as etapas da vida, com participação de Alessia Forti, economista da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que falou sobre as habilidades necessárias para atender às mudanças no mercado de trabalho e os desafios e oportunidades da atualização profissional de quem está envelhecendo. Christine O’Kelly, professora da Universidade de Dublin, Irlanda, propôs a discussão sobre as oportunidades de aprendizagem na maturidade e contou como abriu a AFU (Age Friendly University), voltada a alunos mais velhos, e como criou uma rede que reúne 58 instituições. Viviane Mosé, psicanalista e doutora em Filosofia, falou sobre a alegria de ser um eterno aprendiz

O segundo painel, com o tema “Planejando a Longevidade”, contou com a participação Tim Driver, fundador da RetirementJobs.com, que reintroduziu mais de 200 mil profissionais maduros no mercado de trabalho norte-americano. Ele abordou os desafios e competências para os profissionais longevos, e falou sobre a importância do investimento na educação e atualização contínua dessas pessoas para que sejam inseridas ou reinseridas no mercado de trabalho. A médica geriatra Karla Giacomin, consultora da OMS (Organização Mundial da Saúde), fez refletir sobre como é possível melhorar o conhecimento de saúde, como comunicar de forma simples e acessível informações condizentes com a cultura e com a realidade de quem está vivendo, e ainda sobre a importância de melhorar a autonomia, a autoestima e o autocuidado dos longevos e de todos que ainda chegarão nessa fase da vida.

O painel contou também com a presença do economista e professor Marcos Silvestre, que falou sobre como aumentar a chance de ter prosperidade na longevidade. A resposta que ele apresentou para essa questão foi planejamento financeiro, criar uma reserva estratégica e estruturar um projeto de aposentadoria particular.

O médico Alexandre Kalache, presidente do Centro Internacional de Longevidade Brasil e consultor de longevidade do Grupo Bradesco Seguros mediou os debates e falou sobre o aprendizado ao longo da vida.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar