Boas práticas

Zambon está entre as 30 melhores empresas para se trabalhar no ranking geral do GPTW Indústria 2021

Reconhecimento acontece em ano marcado por lançamento de produtos e adoção do modelo híbrido de trabalho

A capacidade das lideranças em atuar como agentes de transformação para engajar suas equipes tem sido um fator relevante para manter o bom clima organizacional e promover mudanças que impactem positivamente a vida dos colaboradores. É alinhada com esta premissa que a farmacêutica italiana Zambon atua há mais de 60 anos no Brasil e acaba de ser reconhecida como uma das 30 melhores empresas para se trabalhar no Brasil pelo GPTW Indústria 2021 na categoria Médias (100 a 999 funcionários).

Esta edição do ranking Indústria contou com 375 empresas inscritas, representando 413.204 funcionários. Deste total, 100 empresas foram premiadas, sendo 50 de grande porte e 50 de porte médio.

A pesquisa foi realizada em duas etapas, sendo a primeira quantitativa, em que é necessário que a empresa alcance a amostra mínima de funcionários e obtenha nota igual ou superior a 70%. Uma vez atingidas as condições da primeira etapa, a empresa segue para a segunda fase, de avaliação de práticas culturais. O levantamento mostrou que quando questionados sobre os fatores que levam os colaboradores a permanecerem nas Melhores Indústrias 2021, 37% dos colaboradores apontaram a oportunidade de crescimento, 28% qualidade de vida, 17% alinhamento de valores, 13% remuneração e benefícios e 3% estabilidade.

“Estamos muito orgulhosos dessa premiação que reitera a evolução da nossa estratégia de priorizar o investimento em pessoas. Sabemos que ao fomentar um bom ambiente de trabalho, onde os colaboradores se sintam felizes, seguros e estimulados a cocriar, estamos apostando no futuro da empresa e da sociedade. Estar na 27ª posição no ranking é motivo de muita comemoração no Brasil e em nossa matriz”, afirma Rogerio Frabetti, presidente da Zambon no Brasil.

O reconhecimento do GPTW acontece em um momento especial para a Zambon, que lançou em 2021 produtos voltados para as linhas respiratória, saúde feminina, suplementos e para o tratamento da Doença de Parkinson. Outro passo importante adotado pela companhia, que espera crescer 20% este ano em relação a 2020, foi a implementação, em agosto, do trabalho híbrido – 3 dias no escritório e 2 em home office –, cabendo ao colaborador escolher o que melhor atende à sua rotina, sendo que um dos dias é reservado para as reuniões de equipe.

“A adoção do trabalho híbrido trouxe flexibilidade e equilíbrio para muitos colaboradores, que também sentiam falta da interação mais próxima com os colegas. Recebemos vários feedbacks de que o modelo contribuiu para a saúde mental e qualidade de vida, que é prioridade da nossa cultura organizacional”, destaca Priscila Pellegrine, diretora de RH da Zambon, para quem o prêmio GPTW enfatizou o ‘orgulho de pertencer’ do colaborador Zambon.

O GPTW Brasil, que completou 25 anos em 2021, publica anualmente mais de 40 rankings, premiando as melhores empresas para se trabalhar em âmbito nacional, regional, setorial e temático. Para concorrer ao ranking, as organizações precisam ser certificadas pelo GPTW, apresentar toda a documentação solicitada e fornecer detalhes das práticas culturais, que serão avaliadas. As melhores empresas serão reconhecidas, podendo utilizar o selo e participar da solenidade de premiação.

Atualmente, o ranking avalia cinco dimensões: Credibilidade, Respeito, Imparcialidade, Orgulho e Camaradagem, do ponto de vista do funcionário. “Esta conquista nos coloca num patamar diferenciado e mostra que estamos no caminho certo ao priorizar o colaborador como parte essencial da nossa jornada de crescimento. Da mesma forma que nos comprometemos em inovar na cura e no cuidado para tornar a vida dos pacientes melhor, queremos acolher os nossos funcionários para que eles se sintam motivados a seguir conosco e transformar vidas”, complementa Priscila Pellegrine.

Botão Voltar ao topo